Após eleição, vereadores derrotados nas urnas começam despedidas e homenagem aos reeleitos


Primeira sessão na Câmara Municipal de Campo Grande após a eleição foi marcada por parabéns aos reeleitos e despedida de quem não conseguir mais um mandato. Dos 29 vereadores, apenas 12 conseguiram reeleição neste ano.




Campanha democrática, processo adequado. A pandemia teve efeito na abstenção, mas temos que valorizar”, iniciou Delegado Wellington (PSDB) que não conseguiu garantir mais quatro anos. Do seu partido, apenas dois foram reeleitos, dos oito parlamentares. Além de João César Matto Grosso e João Rocha, reeleitos, a bancada contará com Professor Juari.


Do DEM, Dr, Cury também não fará parte do Legislativo municipal no próximo ano. “Quero cumprimentar aqueles que conseguiram reeleição. Realmente, um pleito atípico, mas que torna aqueles que o venceram e retornam à casa, como verdadeiras lideranças”.


Pastor Jeremias (Avante) destacou que a disputa foi ‘muito difícil para todos nós’.


“Parabenizar os reeleitos, mostraram galhardia e muito trabalho. Por meio da democracia, com voto de confiança da população, foram reeleitos”. Ele não estará na Câmara Municipal no próximo ano, assim como seu partido que não conseguiu a eleição de outro quadro.


“No processo de despedida, meu coração está em paz. Tenho uma marca mto patente, aquilo que você fez, foi permissão de Deus. Aquilo que não acontece, não devemos achar culpado jamais”, encerrou o discurso.


Já Carlão (PSB), que conseguiu ser reeleito, lamentou que o colega de bancada, Veterinário Francisco, não obteve o mesmo resultado, apesar de ter votação expressiva. “Ele se elegeria em qualquer coligação, mas ficou de fora. Quero cumprimentar os reeleitos e os que não conseguiram, dizer que eleição é muito difícil mesmo. Vamos continuar trabalhando”, encerrou.


Do PSDB, Enfermeira Cida Amaral afirmou que está de coração tranquilo e alma limpa. Parabenizou as duas mulheres que estarão na Casa de Leis nos próximos quatro anos. Dharleng Campos, do MDB, foi reeleita, e Camila Jara, do PT, vai inicia mandato em 2021. Não reeleita, Cida afirmou que espera que as duas consigam trabalhar pelas pautas femininas, especialmente em relação às que sofrem violência doméstica.


O PSD sai extremamente fortalecido, pela votação expressiva do prefeito e a eleição da bancada. O PSD está cada vez mais preparado tecnicamente para colocar Campo Grande no rumo”, disse o vereador Enfermeiro Fritz, que não foi reeleito.


André Salineiro, do Avante, não tentou novo mandato de vereador em 2020, mas sim vice-prefeito ao lado de Sérgio Harfouche. “Todos saem vencedores. A campanha foi diferente, fizemos tudo que estava no nosso alcance”.

Mais Lidas
Leitura Recomendada

Este conteúdo está sendo cadastrado

Procurar por Tags
Siga a UCVMS
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram

© 2017 desenvolvido por Indoor Brasil