top of page

Câmara devolveu R$ 8,6 milhões do duodécimo para a Prefeitura de Campo Grande


A Câmara Municipal de Campo Grande devolveu R$ 8,6 milhões do duodécimo para a Prefeitura, informou o presidente da Casa, vereador Carlão, neste domingo (1º). O valor líquido de 2022 é menor que o valor repassado em 2021.


De acordo com Carlão, foram R$ 6,9 milhões de importo de renda, R$ 288 mil de ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza), R$ 1,2 milhão de juros de rendimentos em aplicações financeiras e um líquido de R$ 167,2 mil de devolução, em um total de R$ 8,6 milhões.


"Foi menos que o valor do ano passado porque investimos na TV Câmara e no painel eletrônico de votação", explicou Carlão. O total de 2021 foi de R$ 7,2 milhões, com as deduções já inclusas.


De janeiro de novembro, a Câmara Municipal de Campo Grande recebeu R$ 94.767.110,68 referentes ao duodécimo - repasse da Prefeitura ao Legislativo para custeio de despesas e salários.


Os dados estão no Portal da Transparência da Casa de Leis. Cada mês, desde o começo de 2022, foram repassados R$ 8.615.191,88.


Geralmente, os vereadores devolvem o que sobra da quantia enviada pelo município, na chamada devolução do duodécimo. Em 2021, por exemplo, cerca de R$ 7,2 milhões 'voltaram' aos cofres municipais.


No ano passado, de janeiro a dezembro, foram depositados R$ 89.083.209,11, ainda de acordo com o Portal da Transparência.


Assessoria de comunicação da câmara

Commentaires


bottom of page