“Permanência da 7ª Vara em Dourados é imprescindível”


A permanência da 7ª Vara Especializada de Execuções Fiscais em Dourados é imprescindível e de fundamental importância para o Município”, declarou o vereador e vice-presidente da Câmara de Vereadores, Cemar Arnal (Solidariedade).


Para ele o órgão tem um trabalho de grande significância e contribui efetivamente para o crescimento da região, lembrando que em 2020, quase quatro mil ações de execução foram distribuídas àquela Vara e que mais de dois mil processos já estão em andamento somente nos quatro primeiros meses deste ano, atestando a importância dela para contribuintes, advogados e para o Município.


Cemar fez parte do grupo que se reuniu nessa segunga-feira, 3, com os desembargadores Carlos Eduardo Contar e Luiz Tadeu Barbosa Silva (corregedor geral do TJMS), formado pelo prefeito Alan Guedes, do presidente da Câmara Laudir Munareto e outros vereadores, assim como os deputados estaduais da bancada Dourados.


Ainda segundo Cemar, “tanto o desembargador Carlos Eduardo Contar quanto o desembargador Luiz Tadeu Barbosa Silva se mostraram sensíveis ao problema”. Outro ponto discutido na reunião diz respeito à disparidade entre as tarifas cartorárias praticadas em MS e nos Estados vizinhos e alertou que essa diferença penaliza o contribuinte que precisa registrar imóvel ou recorre a qualquer outro serviço prestado por cartórios de notas.

Mais Lidas
Leitura Recomendada

Este conteúdo está sendo cadastrado

Procurar por Tags
Siga a UCVMS
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram