Vereadores lamentam falecimento de Delinha; Velório acontece na Câmara e luto é decretado


É com muito pesar que a Câmara Municipal de Campo Grande comunica que foi decretado luto oficial por três dias devido ao falecimento da cantora Delanira Pereira Gonçalves, popularmente conhecida como Delinha, que faleceu nesta quinta-feira (16), em Campo Grande aos 85 anos.



O velório acontece na sede da Câmara de Vereadores, na Avenida Ricardo Brandão, n. 1.600, bairro Jatiúca Park. O corpo será velado no Plenário Oliva Enciso, das 11h às 16h.

O sepultamento acontecerá às 17 horas, no Cemitério Jardim da Paz, na BR 060, km 02, saída para Sidrolândia.


A cantora faleceu em decorrência de uma pneumonia, após ficar internada por 11 dias até receber alta no dia 25 de maio e se recuperava em casa.


Em sinal de respeito, as bandeiras da sede do Legislativo ficarão hasteadas a meio mastro pelos próximos dias. Foi decretado luto oficial de três dias, o ato deve ser publicado em edição do Diário do Legislativo na sexta-feira (17).


O presidente da Casa de Leis, vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão, em nome de todos os parlamentares e funcionários da Casa de Leis, manifesta suas condolências à família e amigos.


Em 2016, Delinha foi nomeada "embaixadora da cultura" em Campo Grande, por meio da Lei nº 5.675/16, de autoria dos vereadores Vanderlei Cabeludo e Eduardo Romero e aprovada por unanimidade pela Casa de Leis. O título foi atribuído à cantora famosa nacionalmente pela música "O Sol e a Lua", que cantava ao lado do marido Délio, formando a dupla Délio e Delinha, como reconhecimentopor ser um ícone da música regional sul-mato-grossense.


Colaborou Paulline Carrilho

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal