Nota de pesar



Chaienne Wagner Cardozo, de 38 anos, esposa do ex-prefeito de Água Clara, Silas José, morreu no início da tarde desta sexta-feira (12) horas após ter sofrido um acidente automobilístico na rua Aracruz, região do Caranda Bosque, em Campo Grande. Ela teria perdido o controle da motocicleta após rampar um quebra-molas.


De acordo com o boletim de ocorrência, motociclista estava pilotando na via no sentido ao Parque dos Poderes, quando próximo ao cruzamento da rua Guaraci, rampou a lombada, perdendo o controle e caindo no chão.


Ainda segundo as informações, ela estava em alta velocidade, fazendo com que perdesse o controle da motocicleta, uma Honda CG 160. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada a Santa Casa, mas tendo seu óbito constatado cerca de duas horas após o acidente.


Conforme o laudo emitido pelo hospital, Chaienne foi para o centro-cirúrgico para a realização de laparotomia exploradora - uma manobra cirúrgica que envolve uma incisão através da parede abdominal para aceder à cavidade abdominal -, além de controle de danos por conta da lesão hepática e demais politraumas sofridos e exposição de veia supra-hepática.


O registro foi feito na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro como acidente de trânsito com vítima fatal provocado pela própria vítima.


A atual prefeita de Água Clara, Gerolina da Silva Alves (PSD), emitiu um comunicado por meio de suas redes sociais lamentado o fato.


"Sinto-me profundamente consternada com a informação do falecimento de Chaienne Cardoso, esposa do ex-Prefeito Silas José. É um momento de imensa tristeza para todos nós. Condolências à família, amigos e pessoas próximas".


O mandato de Silas José foi de 2012 a 2016, mas um ano antes de sua finalização, ele foi afastado pelo Gaeco (Grupo de Atuação no Combate ao Crime Organizado) por conta da suspeita de ter pagado propina aos vereadores na época. Ele disputou as eleições de 2020.


Com informações do Topmidianews